Pele de vidro, glazing, unitizadas e diversas outras. Conheça as principais.

 

Centro Tecnológico BG

O brasileiro que mora nas grandes capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e outras já se acostumou com o cenário de grandes fachadas envidraçadas.

Existem diversos tipos, variando em cores, índice de reflexibilidade (reflexão), sistemas de instalação que mostram mais ou menos o alumínio e até mesmo painéis que parecem flutuar.

O Grupo Paris Vidros e Alumínio é uma das empresas que mais montou fachadas na cidade do Rio de Janeiro e também em diversas outras cidades. Para isso utiliza diversas técnicas diferentes, avaliando com o arquiteto e os consultores qual é o sistema que mais se adequa ao projeto. Para isso, participa do projeto desde a planta, assessorando com sua experiente equipe, que inclui especialistas em vidros.

Uma das técnicas preferidas pelos seus clientes é o sistema estrutural Glazing ou que, em termos de estrutura, é o mesmo da pele de vidro. O grande diferencial é que no sistema pele de vidro os vidros são fixados ao quadro do caixilho por um perfil de alumínio, cujo lado externo da aba desse perfil fica visível também pelo lado externo da fachada.

Já o sistema structural glazing fixa os vidros por meio de colagens, o que embute o caixilho, dando a impressão de que os vidros estão colados à estrutura do prédio.

O processo de colagem de vidros para essa função requer muita técnica e competência do profissional, além de uma minuciosa avaliação da empresa fornecedora da matéria-prima para a colagem.

 

Uma variação desse sistema, que interfere diretamente no prazo de execução acontece quando os vidros são fixados ao caixilho antes da instalação e montados simultaneamente no canteiro de obras.

Daí vem o nome de: sistema unitizado.  O sistema unitizado permite maior velocidade na instalação. Além disso, proporciona uma logística no canteiro de obras mais acelerada e uma velocidade de produção que permite os instaladores trabalhem pelo interior da construção, ficando muito pouco ou nada para ser feito pelo lado de fora do edifício.

Para conhecer as diversas opções de fachadas possíveis acesse: http://www.grupoparisvidroealuminio.com.br/catalogo/catalogo-paris.pdf

Sobre o autor

Leave a Reply

*